top of page
Buscar

FinOps: Os 6 Pilares que Orientam em Decisões

Atualizado: 11 de abr.



A FinOps Foundation busca criar conteúdos que orientem os agentes envolvidos na tarefa de sua implantação.

Além das três fases do processo (apresentadas no primeiro artigo), o FinOps possui 6 princípios desenvolvidos por membros da FinOps Foundation, para orientar nas tomadas de decisões, sendo eles:

Colaboração Entre as Equipes

As equipes devem trabalhar juntas com o objetivo de melhoria contínua em eficiência e inovação.

Responsabilidade Compartilhada pelo Uso da Nuvem

Todos os envolvidos no desenvolvimento de softwares devem começar a considerar o custo como uma nova métrica de eficiência, do início ao fim do projeto.


Equipe Centralizada de Liderança FinOps


Ao estabelecer uma equipe dedicada para advogar e promover as melhores práticas do FinOps dentro de um framework de responsabilidade compartilhada, elimina-se a necessidade de que engenheiros de operações, por exemplo, se envolvam em negociações de tarifas, permitindo que se concentrem na otimização de seus respectivos ambientes.

Fornecer Dados Acessíveis e Oportunos do FinOps

Compartilhe e processe os dados de custos sempre que disponíveis. A visibilidade ágil das informações gera feedbacks rápidos resultando em ações mais eficientes. A análise das tendências e variações facilita o entendimento das variáveis de gastos.

Decisões Orientadas pelo Valor Comercial da Nuvem

Tenha a nuvem como um impulsionador de inovação, tomando decisões conscientes equilibrando custos, velocidade e qualidade, baseando-se nas métricas de valores que demonstram melhor o impacto nos negócios do que os gastos agregados.

Aproveitar o Modelo de Alocação Variável

Os provedores de serviços em nuvem possuem um imenso conjunto de oportunidades comerciais. A grande quantidade de modelos de contratação e as ofertas representam um vasto campo de escolha e combinação de cenários, que sendo bem aproveitado resulta em expressivos pontos de economia de recursos financeiros.

Em princípio a utilização (e migração) de aplicações em nuvem veio para ficar, apresentando tanto novos desafios quanto, expressivamente, novas oportunidades técnicas e financeira, desde que sejam utilizadas de forma eficaz. Como costumamos dizer, aqui na GPr Sistemas:

“O uso da nuvem não é para amadores” ... e por isso, contamos com FinOps.


Autores:

Marco Antonio G. Rossi - Diretor GPr Sistemas Vinicius Marcondes - Marketing e Comunicação

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page